O Medo*

O medo é uma coisa

que engendra coisas

que engendram medo.

O medo é uma mulher

que engendra segredos

que engendram medo.

O medo é uma dívida

que engendra dúvidas

que engendram medo.

O medo é o roer do tédio

que engendra ócios

que engendram medo.

O medo é o senhor absoluto do silêncio

que engendra silêncios

que engendram medo.

O medo é uma coisa

que engendra coisas

que engendram medo.

* Poema classificado em 24o. Lugar no II Concurso Mackenzie de poesia – São Paulo – 1981

Deixe uma resposta